Como a Meditação Mindfulness Pode Reduzir a Ansiedade em um Nível Neurológico?

Pesquisadores identificaram áreas no nosso cérebro que estão relacionadas com o Mindfulness e a redução da Ansiedade.

Nos últimos anos têm surgido um grande número de pesquisas que comprovam o impacto da Meditação Mindfulness na redução da Ansiedade. Até alguns anos atrás, os mecanismos específicos do cérebro que identificavam como a meditação podia reduzir os níveis de ansiedade em um nível neurológico eram totalmente desconhecidos.

Porém um estudo publicado em 2013  entitulado “Neural Correlates of Mindfulness Meditation-Related Anxiety Relief” no jornal científico “Social Cognitive and Affective Neuroscience”  identificou diversas áreas do cérebro que são ativadas durante a prática da Meditação Mindfulness.

O que é a Ansiedade?

Ansiedade é um estado cognitivo ligado a inabilidade de regular nossas respostas emocionais às ameaças percebidas.

A Meditação Mindfulness fortalece a habilidade cognitiva das pessoas para a regulação de suas emoções.

“Apesar de sabermos que a meditação podia reduzir a ansiedade, nós não tinhamos identificado ainda os mecanismos cerebrais específicos envolvidos no alivio da ansiedade em indivíduos saudáveis,” disse Fadel Zeidan, Ph.D., pos doc e pesquisador em neurobiologia e anatomia na Wake Forest Baptist College and autor líder do estudo.

“Neste estudo, nós conseguimos ver quais áreas do cérebro foram atividadas e quais foram desativadas durante as execução de técnicas de meditação específicas para a redução de ansiedade,” ele conclui.

Como a Meditação Mindfulness Pode Reduzir a Ansiedade em um Nível Neurológico?

A meditação Mindfulness já é conhecida há muito tempo como um antídoto para a Ansiedade. Entretanto, os mecanismos do cérebro envolvidos ficaram desconhecidos por muito tempo.

Para conseguir isolar os mecanismos cerebrais envolvidos no treinamento do Mindfulness, os pesquisadores da Wake Forest Baptist empregaram o uso  da Ressonância  Magnética com rotulagem arterial pulsada para comparar os efeitos da distração na forma de “Consciência da Respiração” (CDR) em indíviduos que estavam em um estado de ansiedade antes da prática da meditação.

Como o estudo foi conduzido

Os pesquisadores recrutaram 15 indivíduos saudáveis com níveis normais de ansiedade para este estudo.

Estas pessoas não possuiam nenhum tipo de experiência na meditação ou históricos de distúrbios de ansiedade.

Todos eles participaram de uma aula de 20 minutos para aprender a técnica conhecida como Meditação Mindfulness.

Nesta forma de meditação, as pessoas são ensinadas a focar na respiração e nas sensações corporais observando os pensamentos e emoções sem julgamentos.

A Ansiedade dos participantes foi reduzindo de maneira significativa em cada uma das sessões de meditação. As imagens obtidas do cérebro concluiram que as meditações direcionadas para a redução da ansiedade estavam associadas com a ativação do córtex cingulado anterior, córtex pré-frontal ventromedial e ínsula anterior.

Estas áreas do cérebro são envolvidas nas funções executivas e de controle da preocupação, com isso a redução da ansiedade através da meditação foi linkada diretamente a estas 3 regiões.

Córtex Cingulado Anterior em Amarelo

 

A ativação do Córtex Cingulado Anterior – a área que controla os pensamentos e emoções – é a região primária na qual os pesquisadores atribuem a redução da ansiedade. Estes achados proveêm evidências de que a Meditação Mindfulness atenua a ansiedade através dos mecanismos envolvidos na regulação das emoções  através dos processos direcionados por esta área.

Indivíduos que exibem uma atividade maior nesta área reportaram maior ansiedade, possivelmente impactando na sua inabilidade de controlar os pensamentos e emoções.

O interessante é que estudos anteriores sobre o Altruísmo concluiram que o cortéx insular anterior, é o centro de atividade da empatia humana.

Mindfulness e Meditação de Compaixão são Complementares

Existem diversos tipos de meditação. No geral, neurocientistas têm estudado os benefícios tanto da Meditação Mindfulness, na qual focamos na sustentação da atenção e observação das emoções e pensamentos; e a Meditação da Compaixão, na qual focamos em pensamento compassivos sobre nós mesmos e os outros.

Ambos os tipos de meditação têm provado o seu impacto na reestruturação do cérebro e benefícios físicos e fisiológicos imensos no nosso corpo.

“Mindfulness é baseado na sustentação da atenção no momento presente, e no controle da maneira como reagimos aos pensamentos e emoções diárias, “ Zeidan disse.  “É interessante ver que os estudos recentes revelam que as regiões ativadas do cérebro durante a meditação estão consistentemente alinhados com ato de ficar atento do que está acontecendo aqui e agora, ao nosso redor”, ele concluiu.

Conclusão: A Meditação é Secular

Pesquisadores e outras instituições também concluíram que a meditação pode reduzir a ansiedade significativamente em pacientes com ansiedade crônica e generalizada ou distúrbios depressivos.

“Os resultados destes experimentos com a ressonância magnética complementam os crescentes conhecimentos sobre os benefícios do treinamento de mindfulness ao nos mostrar os mecanismos do cérebro que estão diretamente relacionados com a redução da ansiedade até mesmo em pessoas saudáveis, pois isso com frequência se transforma em estresse e pode também afetar o nosso desempenho,” disse Zeidan.

Ele ainda acrescentou que “estes achados tem nos mostrado que apenas alguns poucos minutos de meditaçã mindfulness pode ajudar a reduzir a ansiedade do dia a dia.”

A Meditação Mindfulness e a Meditação de Compaixão são práticas seculares e atuais. Você não precisa se tornar um Budista para incorporar o treinamento de mindfulness na sua rotina.

O Dalai Lama certa vez disse: “No século 21, mesmo nos países sem tradição prévia no Budismo, o interesse sobre a meditação está crescendo cada vez mais em pessoas comuns e cientistas. As técnicas da meditação são fundações básicas para treinar tanto a concentração como o auto conhecimento.”

Ele esclarece que com a ajuda da concentração focada nossas mentes desenvolvem a habilidade de permanecer calma e equilibrada, e  ao aplicar a observação dos pensamentos e sentimentos sem julgamentos, nós podemos atingir um maior nível de entendimento sobre nós mesmos.

E você está esperando o que para começar a meditar?

Clique aqui para acessar um Áudio de Meditação Guiada grátis que fizemos especialmente para você!

Sobre Autor

Gabriel Menezes

Fundador do SpartanCast, Consultor e Especialista Internacional em Liderança, Alta Performance e Mindfulness com atuação na área esportiva e empresarial. Holistic Therapist e Professor de Mindfulness credenciado da International Meditation Teachers Trainers Association e Membro Executivo do International Institute for Complementary Therapists.