fbpx

10 Hacks Mentais que Aumentarão a Sua Memória

memória

memória

Você já se percebeu lembrando-se das palavras de uma música de quando tinha cinco anos de idade, mas não conseguia lembrar o que você comeu no café da manhã ou onde colocou seu celular há 10 minutos?

Acredite, todos nós já estivemos lá…

Ou talvez você tenha perdido seus óculos de repente, para então perceber que os tinha colocado no topo da sua cabeça. Ou você chegou no mercado em busca de um item e saiu com mais cinco itens, porém esqueceu-se de comprar a coisa que havia saído para comprar em primeiro lugar. E essa lista de exemplos continua!

A retenção da memória pode ser um desafio em qualquer idade, mas quanto mais você envelhece e quanto mais você precisa recordar-se, mais você precisará de alguns truques e estratégias para melhorar a sua memória – e com certeza isso é verdade para mim!

A saúde cerebral é a chave para ter uma vida e uma memória mais saudáveis ​​e mais bem-sucedidas – então, por que ela é frequentemente a mais negligenciada ou a menos discutida quando se trata de saúde?

E isso ocorre pois existe uma crença geral de que ou você nasce com uma boa memória ou não, e que não haviam métodos para aumentar a memória e, uma vez perdida, não havia muito a ser feito para mudá-la (vide Alzheimer). Você já parou pra pensar nisso?

Mas agora, é claro, sabemos que o cérebro tem a capacidade de cultivar novas células e formar novas conexões neurais.

Mas isso não acontece sozinho por si só! Como qualquer outra coisa na vida, você precisa fazer a sua parte para manter a saúde do cérebro.

Então, eu juntei 10 Hacks Mentais que te ajudarão a melhorar a sua memória:

1) Óleo de peixe

O Omega 3 está no topo de todas as listas de melhoria da saúde e memória do cérebro. Você pode obter suplementos de óleo de peixe ou comer bastante peixe – o que funcionar para você.

2) Durmir o suficiente

Outro item no topo da lista para tudo relacionado à saúde! O descanso é importante para tudo, mas é essencial para a memória e a saúde do cérebro. Então, faça o que puder para ter certeza de obter as 7-8 horas recomendadas por noite, ou o tempo que funcionar melhor pra você – o importante é qualidade do sono e não a quantidade!

3) Pratique Meditação

Pesquisas mostram que a Atenção Plena (mindfulness) pode aumentar a densidade do hipocampo – que é a parte do cérebro que está conectada ao aprendizado e à memória. Em resumo, a meditação consciente altera a estrutura do cérebro. Dê uma chance a isso e pratique!

4) Aplicativos de Treinamento para o Cérebro

Há muitos aplicativos disponíveis para ajudá-lo a “treinar o seu cérebro”. Alguns dos meus favoritos são Luminosity, Elevate e Peak. Procure e encontre um que funcione para você.

5) Música

A musicoterapia é uma das técnicas mais utilizadas para pacientes com demência, pois acende as vias neurais e estimula as conexões entre os dois lados do cérebro. Ela também tem uma conexão profunda com nossas memórias pessoais. E, além da saúde do cérebro, a música é uma ótima maneira de se sentir feliz!

6) Seja Social

Isso não é algo que eu imaginava que poderia contribuir com a nossa memória, mas estudos demonstraram que uma vida social ativa pode ajudar a retardar a perda de memória. Testes de memória em pacientes mais velhos mostraram que uma vida social ativa apresenta um declínio na perda da memória. Portanto, não há melhor momento para se juntar a um grupo de encontro, fazer planos com amigos, dizer “sim” a convites para festas e ser voluntário para causas que são importantes para você.

7) Leia

Não, olhar o seu telefone ou tablet não conta! Eu estou falando sobre ler livros. Claro, se você tem livros baixados no seu dispositivo, isso é diferente. Mas um livro real e não apenas um pequeno artigo. Um livro que leva tempo, foco e requer a sua atenção. Um livro que te deixa tão envolvido e engajado que faz com que você desapareça nas suas páginas. Esse é o tipo de leitura que fará com que seu cérebro trabalhe em uma capacidade maior.

8) Coma os alimentos certos e beba café (estrategicamente!)

O que você ingere é um dos aspectos mais importantes da saúde do cérebro e da retenção de memória. Alimentos como blueberries, brócolis, sementes de abóbora, chocolate 70%, Nozes, laranjas e ovos. Use açafrão como tempero, chá verde para beber, assim como café (com moderação, é claro). A cafeína aumentará seu estado de alerta, melhorará seu humor e aguçará sua concentração.

9) Inicie um novo hobby

Por existir uma conexão direta entre como aprendemos e o que nos lembramos, uma das melhores maneiras de desafiar nosso cérebro é com novos estímulos. Isso poderia ser qualquer coisa desde palavras cruzadas, uma aula de pintura, ou talvez se juntar a um novo clube do livro. Isso também pode trazer novas pessoas para a sua vida, o que cobre também a dica de “ser mais social” que mencionei anteriormente.

10) Exercite-se mais

O exercício, obviamente, afeta o cérebro em muitos níveis; por um lado, aumenta a frequência cardíaca, que bombeia mais oxigênio para o cérebro. Também ajuda na liberação de hormônios do bem estar no corpo, o que proporciona um ambiente nutritivo para o crescimento das células cerebrais.

Neste artigo já existem muitos itens a serem trabalhados, mas não se desespere, escolha dois principais e comece a trabalhar neles a cada semana.

Você quer começar a praticar a meditação e não sabe como?

Então junte-se ao nosso desafio de 8 Dias de Mindfulness, eu tenho certeza qu você vai gostar!

Desafio de 8 Dias de Meditação

Sobre Autor

Gabriel Menezes

Fundador do Spartancast, Consultor e Especialista Internacional em Liderança, Alta Performance e Mindfulness com atuação na área esportiva e empresarial. Terapeuta Holístico (Registro Profissional CRTH-BR: 3128) e Professor de Mindfulness credenciado pela International Meditation Teachers Trainers Association (IMTA) e Membro Executivo do International Institute for Complementary Therapists (IICT) e Membro Profissional da American Mindfulness Research Association (AMRA). Master Trainer de Mindfulness da IMTTA e representante do SOMA Awakening Breathworks no Brasil.