fbpx

Anima e Animus: Como Equilibrar o Sagrado Feminino/Masculino?

Sagrado Feminino e Masculino
Sagrado Feminino e Masculino

Como o poeta Walt Whitman escreveu uma vez: “Eu sou grande, eu contenho multidões”.

Há uma razão pela qual este verso simples, reverberou pela história: ele contém uma verdade imensa. Todos nós contemos multidões no nosso interior. Somos todos um amálgama divino de água e fogo, carne e espírito, yin e yang.

Em última análise, quando olhamos para dentro de nós, vemos que contemos duas energias: a feminina e a masculina.

Na psicologia, estas duas forças polares opostas são conhecidas como Anima e Animus. E aprender a se conectar com cada uma delas, explorando e encontrando o equilíbrio dessas forças internas é crucial para o nosso bem estar. Neste artigo, nós iremos explorar o porquê disso.

O que é Anima e Animus?

Cunhado pela primeira vez pelo famoso psiquiatra Carl Jung, os termos “Anima” e “Animus” referem-se às energias masculina e feminina que todos nós possuímos, sem exceção. Especificamente, a anima é considerada a parte feminina da alma de um homem, e o animus se refere à parte masculina da alma de uma mulher. Tanto a anima quanto o animus são arquétipos antigos (ou formas brutas de energia) que todos os seres contém.

Vamos explorar essas partes de nós com mais profundidade…

Explicando Anima

Derivada do latim significa “uma corrente de ar, vento, respiração, o princípio vital, vida, alma”, a Anima se refere à dimensão feminina inconsciente de um homem que é frequentemente esquecida ou reprimida e ferida na vida diária.

Como geralmente é considerado tabu abraçar o lado feminino interno, os homens muitas vezes não conseguem incorporar e abraçar totalmente essa energia fundamental. Infelizmente, se um homem abraça sua Anima, ele é frequentemente criticado como sendo “um covarde”, “um maricas”, “um viado” e outros nomes horrivelmente depreciativos.

No entanto, na perspectiva da psicologia, a fim de entrar totalmente em um papel masculino maduro, um homem deve partir em uma busca para explorar esta energia Divina Feminina interior. Em outras palavras, ele deve se unir à outra metade da sua alma.

Muitas vezes, essa busca resulta em algum tipo de projeção, isto é, tentar encontrar a amante ou a alma gêmea ideal na forma de outra pessoa idealizada. Mas nunca podemos incorporar a Anima através de outra pessoa – apenas através de nosso próprio esforço concentrado. A compreensão chave aqui é que devemos encontrar essa força dentro de nós, em vez de repudiá-la e transferí-la para outra pessoa.

Conforme descrito pelo psicólogo junguiano Dan Johnston, o homem que se conectou com sua energia feminina exibe “ternura, paciência, consideração e compaixão”. No entanto, a repressão do elemento feminino dentro dos homens frequentemente resulta em uma Anima negativa que surge como traços de personalidade, como “vaidade, mau humor, mal-estar e sensibilidade a sentimentos feridos”.

Na verdade, um homem que falhou em incorporar sua Anima também tende a ser vítima de entorpecimento emocional e traços masculinos tóxicos, como agressão, crueldade, frieza e uma abordagem puramente racional da vida.

Explicando Animus

O Animus, que é uma palavra latina significa “a alma racional; vida; os poderes mentais, inteligência”, é a dimensão masculina inconsciente na psiquê feminina. Devido ao condicionamento social, parental e cultural, o Animus, ou elemento masculino dentro da mulher, é frequentemente inibido, restringido e suprimido.

Mas o Animus nem sempre é reprimido – às vezes, é realmente enfatizado demais e até imposto às mulheres. Veja a sociedade ocidental, por exemplo. Esta é uma cultura que impõe implacavelmente ideais masculinos, como estoicismo (austerismo), entorpecimento emocional e crueldade, como formas de se destacar e ter sucesso na vida.

Todos esses elementos externos podem contribuir para um Animus negativo, que pode se revelar na personalidade de uma mulher por meio de tendências argumentativas, brutalidade, destrutividade e insensibilidade. No entanto, a integração de um Animus positivo à psique feminina pode resultar em força, assertividade, equilíbrio e racionalidade.

Tornando-se Completo = Recuperando o Feminino e o Masculino Interiores

Na mente de Jung – que extraiu muitos de seus pensamentos e ensinamentos das Filosofias Orientais – para que uma pessoa seja completa por meio do processo de “Individuação”, essa pessoa deve encontrar e trabalhar para abraçar sua Anima ou Animus internos (ou seja as energias feminina e masculina).

Como Jung continua a explicar, o processo de tornar-se completo (ou Individuação) pode ser descrito como:

Tornar-se um “indivíduo” e, na medida em que a “individualidade” abrange nossa singularidade mais íntima, última e incomparável, também implica tornar-se você mesmo. Poderíamos, portanto, traduzir individuação como “chegar à individualidade”, “autenticidade” ou “autorrealização.

Carl Jung

Assim, conectar-se com nossa energia interior masculina ou feminina é essencial para o desenvolvimento da autoconsciência e da compreensão, que são componentes importantes do trabalho interior e do crescimento espiritual profundo.

Nada a ver com sua sexualidade

Conectar-se à sua Anima ou Animus interior não exige que você se torne homossexual, como comumente se pensa. E por outro lado se você se identifica com qualquer uma dessas orientações sexuais, isso não exige que você se torne heterossexual também.

Por quê?

A energia Anima e Animus dentro de nós não tem nada a ver com sexualidade. Ao invés disso, é sobre como criar equilíbrio.

Em essência, o que buscamos é equilibrar os opostos dentro de nós para criar um senso de Totalidade. Em outras palavras, o que estamos praticando é uma forma viva de alquimia espiritual. O objetivo não é desistir de sua preferência sexual ou identidade, mas se tornar um ser humano mais maduro e inteiro.

Como Se Conectar com sua Anima ou Animus

Então, como nós podemos nos conectar com o nosso Sagrado Feminino (Anima) ou Sagrado Masculino (Anims)? Segue abaixo algumas sugestões:

Para Homens – Conectando-se com o seu Sagrado Feminino

Conectar-se à Anima para os homens é entender a energia feminina que se manifesta como passividade, sensibilidade e emocionalidade. As sugestões incluem o seguinte:

  • Pratique a arte de ouvir com atenção e compaixão;
  • Redescubra seu lado apaixonado por meio de gestos românticos;
  • Cuidar/nutrir algo (como uma planta, amante ou animal);
  • Pratique o cuidado e consideração com as necessidades dos outros;
  • Expresse a Anima interior de forma criativa, por exemplo, música, arte, escultura, poesia, dança;
  • Pratique a atenção plena, a meditação e outras maneiras de entrar em contato com o seu interior e compreender suas emoções;
  • Expanda seus hobbies ou interesses para incorporar energias femininas em sua vida;
  • Pratique o amor próprio e o autocuidado

Para Mulheres – Conectando-se com o seu Sagrado Masculino

Para as mulheres, conectar-se com o Animus interno também significa compreender a energia masculina que se manifesta como tudo o que é ativo, dominante e lógico. As sugestões incluem o seguinte:

  • Prática da Assertividade;
  • Adote uma função ou posição que a coloque em posição de autoridade;
  • Aprenda a assumir o controle de algo em sua vida;
  • Descubra e desenvolva suas habilidades de liderança;
  • Leia livros de não-ficção em vez de puramente ficção e romances;
  • Torne-se mais autossuficiente e independente;
  • Aprenda habilidades masculinas (por exemplo, consertar problemas no carro, aprender a usar uma furadeira, consertar eletrodomésticos quebrados, etc.);
  • Ganhe mais equilíbrio emocional praticando atenção plena, meditação e autoexploração, etc;
  • Encontre uma figura masculina histórica (ou feminina com um forte Animus) que você admira e use-a como modelo;

Tudo se trata de Equilíbrio

A vida é uma questão de equilíbrio. Quando nos falta uma forte conexão com a parte masculina ou feminina de nós mesmos, sofremos. Lembre-se de que sua Alma contém os dois lados.

Felizmente, tudo o que é necessário para voltar ao equilíbrio é observar sua vida. Pergunte a si mesmo em que lado do espectro você está mais inclinado: o Anima (feminino) ou o Animus (masculino).

Se você é mulher, por exemplo, pode descobrir que carrega muita energia do Animus e, portanto, precisa voltar a ter contato com seu lado feminino. Vice-versa se você for homem. A criação de um EU equilibrado é sempre contextual e mudará ao longo de sua vida.

Que energia está faltando dentro de você no momento? O que você planeja mudar? Reflita nisso!

PARTICIPE do nosso Canal no Telegram para receber meditações, músicas e conteúdos exclusivos projetados especialmente para você que deseja Ser Melhor que Ontem todos os Dias!


SOMA quer dizer um corpo, uma mente e um espírito… Este é o grupo que torna todos os praticantes da meditação em uma comunidade.

A Força do SOMA está na sua comunidade, nessa incrível tribo de pessoas despertas que estamos construindo juntos!

Sobre Autor

Gabriel Menezes

Fundador do Spartancast, Consultor e Especialista Internacional em Liderança, Alta Performance e Mindfulness dando treinamentos corporativos em todos os continentes do mundo. DJ, Terapeuta Holístico (Registro Profissional CRTH-BR: 3128) e Professor de Mindfulness credenciado pela International Meditation Teachers and Therapists Association (IMTTA), Membro Executivo do International Institute for Complementary Therapists (IICT) e Membro Profissional da American Mindfulness Research Association (AMRA). Diretor e Representante da IMTTA no Brasil formando mais de 200 Professores de Meditação e Terapeutas. CEO do SOMA Awakening Breathworks nos Países de Língua Portuguesa.