fbpx

O que é Arrastamento e como o Corpo Humano Responde ao Ritmo das Batidas?

Ritmo e Batida
Ritmo e Batida

Você já se viu perdido em uma conversa ao caminhar ao lado de alguém, mas então ao olhar para baixo de repente percebeu que seus passos estavam totalmente sincronizados com o da pessoa ao seu lado? Quando a pessoa movia o pé direito, o seu pé direito já estava se movendo no mesmo ritmo, em total coordenação, sem você nem mesmo pensar nisso!

Bem, entrar em sintonia com alguém é um dos exemplos mais óbvios de um conceito em inglês chamado “entrainment” ao qual podemos traduzir como “arrastamento”.

O Dicionário Oxford de Inglês define “entrainment” assim:

Entrain (verbo) [com objeto]

A biologia (de um ritmo ou algo que varia ritmicamente) fazendo com que (outro) gradualmente caia em sincronia com ele.

Em termos simples, ele descreve a maneira como o corpo se sincroniza gradualmente com um ritmo biológico ou externo.

A principal coisa sobre o arrastamento é que ele pode acontecer inconscientemente. Por exemplo, ao dançar, você pode tentar acompanhar o ritmo, mas pode não perceber que a sua taxa de respiração também estará se sincronizando.

Aqui estão apenas algumas maneiras pelas quais o corpo humano pode responder ao ritmo

Respiração

Embora a sua taxa de respiração possa ser controlada (por exemplo, ao cantar ou tocar um instrumento musical), a maior parte da respiração é involuntária. Diminuir a taxa de respiração é algo que muitas pessoas tentam para ajudar a reduzir o estresse, mas a sua taxa de respiração está constantemente se adaptando aos ritmos externos – especialmente aos sons.

Por exemplo, na década de 1920, ao pesquisador C.M. Diserens notou que a música afetava a frequência respiratória. Ele é citado para dizer que “em geral, o ritmo respiratório segue o da música”.

Desde então, mais e mais estudos tem validado o seu trabalho. Em 2005, pesquisas na Itália estudaram o efeito de diferentes estilos e ritmos musicais no controle cardiovascular e respiratório em músicos e em não músicos e descobriram que a frequência respiratória não apenas aumentou conforme a música ficava mais rápida, mas também aumentava proporcionalmente ao ritmo de música.

Então, da próxima vez que você estiver ouvindo música, veja se consegue detectar sua respiração subindo e descendo para acompanhar a batida!

Frequência cardíaca

A frequência cardíaca é outro biorritmo que responde à música, embora isso tenha muito a ver com sua estreita ligação com a frequência respiratória.

Frequências respiratórias mais rápidas tendem a corresponder a frequências cardíacas mais rápidas e, portanto, música rápida pode fazer com que ambas aumentem.

A ligação entre frequência respiratória e frequência cardíaca é talvez melhor demonstrada por um estudo de 2013 publicado na revista Frontiers in Psychology, que mostrou que os cantores de coro não apenas harmonizam suas vozes, mas também podem sincronizar seus batimentos cardíacos.

O Dr. Bjorn Vickhoff, da Sahlgrenska Academy da Universidade de Gotemburgo, disse:

O pulso diminui quando você expira, e quando você inspira ele aumenta.

Então, quando você está cantando, está cantando no ar enquanto está expirando, e isso faz com que a frequência cardíaca diminua. E entre as frases, você tem que inspirar e o pulso aumentará.

Se for assim, a frequência cardíaca seguiria a estrutura da música ou das frases, e isso é o que medimos e confirmamos.

Mas a frequência cardíaca também responde a outros ritmos biológicos. Por exemplo, os batimentos cardíacos da mãe e do bebê se sincronizam quando eles interagem intimamente, e efeitos semelhantes foram observados em casais.

Pesquisas recentes também mostram que quando um parceiro empático segura a mão de uma mulher com dor, seu coração e as taxas respiratórias se sincronizam e a dor dela diminui – talvez algo para compartilhar com amigos que você conhece que estão esperando um bebê!

Suor

Mas não é apenas a frequência cardíaca que é afetada por estar perto de outra pessoa. Os pesquisadores também descobriram que, se você sentar um casal de frente pro outro e pedir que não falem, apenas olhar um para o outro por quinze minutos é o suficiente para sincronizar os níveis de condutividade da pele e frequência cardíaca.

A condutividade da pele (conforme definida pelo MIT) é “o fenômeno em que a pele se torna momentaneamente um melhor condutor de eletricidade quando ocorrem estímulos externos ou internos que são fisiologicamente estimulantes” – isto é, a resposta de suas glândulas écrinas (as glândulas responsáveis ​​por manter você calmo) para estímulos diferentes.

Essas glândulas são encontradas em todo o corpo, mas especialmente nas palmas das mãos e solas dos pés. Enquanto eles reagem a coisas como situações estressantes (e são de fato uma das métricas usadas para medir o estresse no laboratório), o fato de que eles reagem ao biorritmo de outras pessoas realmente demonstra o quão responsivo seu corpo se torna aos ritmos externos.

Isso não é algo que você poderá tentar em casa, a menos que tenha acesso a um laboratório, mas vale a pena pensar na próxima vez que você se sentar diante de alguém em uma longa viagem!

Aqui no Spartancast, estamos especialmente interessados não apenas nas respostas fisiológicas em si, mas também em como essas respostas afetam como você se sente.

Seu cérebro e corpo estão em um loop constante de feedback e mudanças em coisas como sua frequência cardíaca e respiração estão intrinsecamente ligadas a como você se sente. Por exemplo, pesquisas mostram que tempos mais lentos resultam em estados emocionais calmos e positivos, enquanto associamos ritmos rápidos a estados emocionais como alegria, excitação e surpresa.

Portanto, da próxima vez que você perceber que está entrando em sintonia com alguém, pense em todas as outras maneiras pelas quais seu corpo pode se sincronizar com o ritmo – e como esses ritmos podem estar influenciando como você se sente.

Arrastamento

Eu sempre aplico um pouco da ciência por trás do arrastamento das ondas cerebrais para ajudar muitos de nossos clientes que têm que lidar com o estresse diariamente, seja como parte de uma condição contínua ou simplesmente por meio de partes de suas vidas, como carreira ou paternidade.

Alguns de nossos clientes compartilharam suas experiências com o uso minhas meditações e como eles passaram a lidar com o estresse.

PARTICIPE do nosso Canal no Telegram para receber meditações, músicas e conteúdos exclusivos projetados especialmente para você que deseja Ser Melhor que Ontem todos os Dias!


SOMA quer dizer um corpo, uma mente e um espírito… Este é o grupo que torna todos os praticantes da meditação em uma comunidade.

A Força do SOMA está na sua comunidade, nessa incrível tribo de pessoas despertas que estamos construindo juntos!

Sobre Autor

Gabriel Menezes

Fundador do Spartancast, Consultor e Especialista Internacional em Liderança, Alta Performance e Mindfulness dando treinamentos corporativos em todos os continentes do mundo. DJ, Terapeuta Holístico (Registro Profissional CRTH-BR: 3128) e Professor de Mindfulness credenciado pela International Meditation Teachers and Therapists Association (IMTTA), Membro Executivo do International Institute for Complementary Therapists (IICT) e Membro Profissional da American Mindfulness Research Association (AMRA). Diretor e Representante da IMTTA no Brasil formando mais de 200 Professores de Meditação e Terapeutas. CEO do SOMA Awakening Breathworks nos Países de Língua Portuguesa.

Roubando o Fogo dos Deuses

SpartanMind #61: Roubando o Fogo dos Deuses

Existe uma mensagem oculta por trás da lenda de Prometeus que Roubou o Fogo dos Deuses para dá-lo a Humanidade! Também disponível na Soundcloud e Spotify. NESTE PODCAST: Conheça ...